fbpx

Dieta Low Carb: 3 dicas para evitar seus efeitos colaterais

Você notou algum desconforto depois que iniciou a dieta Low Carb? Veja abaixo quais dos sintomas mais frequentes que podem acontecer como efeito colateral da dieta Low Carb.

  • Intestino preso – o normal é evacuar todos os dias
  • Fissura por doce – uma vontade incontrolável de comer doce
  • Ansiedade
  • Mau humor
  • Irritabilidade
  • Palpitação cardíaca – sentir o coração acelerado e batendo forte
  • Dor de cabeça
  • Indisposição ou baixa energia
  • Cãibras musculares
  • Redução do desempenho físico
  • Queda de Cabelo

Tente se lembrar também se você já não tinha os sintomas mesmo antes de iniciar a dieta. Talvez eles tenham piorados após a restrição de carboidratos.

Alguns dos sintomas, como a dor de cabeça e indisposição, são tão comuns que você encontra até nome para os efeitos indesejados que surgem logo no início da dieta low carb: a Gripe Low Carb.

Assim, se você identificou alguns desses sintomas, tenha calma, não precisa desistir logo agora que surgiu o primeiro obstáculo.

Qualquer sintoma que surge ou piora no seu corpo é um sinal de que você deve reavaliar tudo o que está fazendo até agora e ir em busca de mais conhecimento.

Esta é a primeira dica que você vai aprender na Clínica de Longevidade.

O que talvez você não saiba é que todos esses sintomas não são exatamente culpa da dieta. Na verdade, é mais provável que você ainda não saiba aplicar de maneira saudável a dieta low carb. 

Ao invés de aceitar que sintomas indesejados são normais ou então definir que dieta Low Carb não é para você, considere primeiramente as 3 informações que vou compartilhar.

Estas dicas são importantes para a saúde do corpo humano, portanto, podem ser aplicadas em qualquer situação e assim, irão não apenas minimizar qualquer efeito colateral que você esteja sentindo, mas também vão manter sua saúde por mais tempo.

Neste post você irá aprender 3 informações indispensáveis para o sucesso da sua dieta Low Carb.

Dieta LowCarb Evite Efeitos Colaterais
Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Nada de intestino preso

Avalie diariamente o seu trânsito intestinal pois as alterações na qualidade e frequência das fezes são sinais iniciais de desequilíbrio da saúde. Você até pode evacuar mais de uma vez ao dia, desde que as fezes sejam bem formadas e não haja nenhum desconforto na hora de evacuar.

Sempre que perceber o intestino preso, experimente tomar diariamente um suco com os vegetais abaixo, batidos no liquidificador e sem coar.

  • 50g beterraba tem 3,9g de carboidratos livres
  • 50g cenoura tem 2,5g de carboidratos livres
  • 50g maçã tem 7,3g de carboidratos livres
  • 50g couve tem 0,6g de carboidratos livres

A quantidade de água fica por sua conta.

Esses 200g de vegetais, você poderá usar como um suco detox, no lanche ou mesmo no café da manhã

Note que o eu disse cenoura, beterraba e maçã mesmo! Coisas que você já deve ter ouvido falar serem proibidos na dieta low carb, não é? Pois bem, o que importa é a quantidade.

Se você ainda não tem uma balança de alimentos, fique atento quando for no supermercado ao peso das coisas para começar a ter essa noção.

Este suco tem 14,5g de carboidratos livres. Uma dieta Low Carb deve ter menos de 130 gramas de carboidrato por dia. Com as quantidades de carboidratos que tem no suco, você ainda terá mais 114,5 gramas de carboidratos para consumir ao longo do dia. Assim, não será este suco que vai te tirar da dieta;

Lembre-se, quando você estiver sem sintomas de desconforto você poderá progredir ainda mais na redução dos carboidratos.

Esteja atento às suas fezes, a cor vermelha da beterraba vai provocar a mudança da cor das suas fezes. Assim você saberá o tempo exato que seu sistema digestivo demora para eliminar as fezes.

Beba mais água

Dieta Low Carb beba água

A desidratação pode ser a causa de grande parte dos sintomas de desconforto que você sente. Por isso é muito importante que você beba uma quantidade mínima de água por dia.
O mínimo de água que você deve ingerir corresponde ao seu peso multiplicado por 30.
(30ml de água por kg de peso por dia)

ou seja, para alguém de 70kg, o valor de água mínimo é 30×70 = 2100ml ou 2,1L de água.

Contudo, isso vale para pessoas que estejam dentro do peso ideal. Se você está muito acima do peso, ou seja, por exemplo, com 120kg o cálculo daria 30X120 = 3600ml ou 3,6L de água por dia. Neste caso é usado para o cálculo o peso ajustado que exige um pouquinho mais de explicação;

Por isso, a regra prática é: garanta o mínimo de  2 Litros de água por dia, independente do seu peso, para minimizar as chances de sintomas indesejados.

Verifique o pH da urina

Como monitorar o pH da Urina

Você descobre que sua dieta Low Carb não está saudável quando detecta uma diminuição do pH da urina, isso vai aumentar as chances de você ter os efeitos indesejados da dieta além de, a longo prazo, predispor a doenças.

O pH da urina abaixa quando você consome uma proporção desequilibrada dos alimentos permitidos na dieta, isto é, quando você come mais fontes de proteínas (grãos e derivados de animal) e menos potássio e magnésio, presente nos vegetais. A melhor forma de você descobrir a proporção ideal é perguntando para seu próprio corpo assim, o exame simples de urina tem essa informação.

Você certamente já deve ter feito um exame de urina na vida. Sabe onde ele está?
Se você tiver mais de um exame de urina, melhor ainda. Pegue todos eles e organize por data, do mais antigo para o mais recente dos exames, após, encontre o valor de pH da sua urina em cada um dos seus exames e anote em uma tabela.

Se você tem pelo menos 3 exames, você poderá perceber melhor se seus valores estão aumentando, diminuindo ou estável ao longo da sua vida.

Qual valor de pH da urina você encontrou?

Muito Ácido: pH da urina de 5 ou 5,5
Isso deve ser um alerta para a sua saúde. Você precisa colocar atenção para aumentar os vegetais sem carboidratos da sua dieta. Principalmente se estiver com sintomas muito desconfortáveis, um nutricionista poderá te auxiliar.

Acidez Moderada: pH da urina de 6 ou 6,5
Quando o pH da urina está neste valor, seu corpo se adapta melhor. Mas ainda não é o ideal.

Alcalino (ideal): pH da urina acima de 7,0
Se você conseguir manter uma alimentação em quantidades ideais de vegetais, o pH da urina será maior que 7, esse é o melhor resultado para a sua longevidade.

Para evitar sintomas indesejáveis da dieta Low Carb, e também para manter saúde, aqui vão o resumo das 3 dicas práticas para você começar hoje mesmo:

  1. Tome o suco de cenoura, beterraba, maçã e couve, sem coar pois as fibras são importantes para você manter o seu trânsito intestinal.
  2. Você deve ter certeza que está bebendo 2,0 Litros de água diariamente.
  3. Consuma mais vegetais até que o pH da sua urina se torne alcalino.

Mesmo que você ainda não possa fazer o ajuste fino para monitorar seu pH em casa, a água e os vegetais você já pode começar.

Mantenha essas orientações por duas semanas e depois comente aqui como você está se sentindo. Você também pode dizer o valor de pH que achou no seu exame de urina e os sintomas que estava sentindo.

Se você gostou desse post, compartilhe com mais pessoas que fazem dieta Low Carb 🙂

Baixe gratuitamento o ebook: "Como Monitorar o pH da urina"

Não se preocupe. Seu email estará seguro conosco. Não enviamos Spam!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Deixe seus comentários
Dra Suellen Vieira Araujo

Escrito pela Dra. Suellen Vieira Araujo

Confio na capacidade inata do corpo humano de curar-se. Este maravilhoso corpo humano, com uma mente inteligente e disciplinada, munida de conhecimento, será capaz de se manter saudável e equilibrado, sozinho, com autonomia e sustentabilidade.

[Quiz] Como está a sua qualidade de vida?

Você sabia que é possível mensurá-la?

Descubra

Receba no seu e-mail os melhores conteúdos sobre Longevidade Sustentável

Artigos recentes

Fechar Menu