fbpx

Dieta Cetogênica saudável

Medir a cetose na urina vai guiar a sua dieta cetogênica da maneira certa.

Antes você estava fazendo uma dieta às cegas, agora você terá uma informação relevante para comprovar se sua dieta cetogênica está funcionando.

Entrou em estado de cetose na dieta cetogênica
Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

QUANDO VOCÊ mede a cetose na SUA URINA E VÊ O TESTE MUDAR DE COR, ESSE É O SINAL DE QUE a dieta cetogênica REALMENTE está funcionando

Na primeira vez que fiz a dieta cetogênica, não quis perder tempo e por isso quis logo monitorar minha cetose para ter a certeza de que estava fazendo tudo direito.  

Dosar os corpos cetônicos na urina me trouxe mais segurança para otimizar minha dieta e ter ainda mais benefícios.  

Sou uma estudiosa do corpo e da saúde humana e a primeira vez que ouvi falar em dieta cetogênica foi em 2016. 

No início não dei muita importância, pois estava me dedicando a estudar a dieta alcalina, mas com o passar do tempo, com a popularização da dieta cetogênica, e ao ver cada coisa absurda sendo falada na internet, eu me senti no dever de estudar ainda mais para mostrar como fazer uma dieta cetogênica saudável.  

A dieta cetogênica tem se popularizado para emagrecimento rápido, não resta dúvidas de que funciona incrivelmente, mas o que mais me surpreendeu foram os sonhos lúcidos, a clareza mental, o foco e a disposição que senti durante o período de cetose. 

Você já sentiu isso? 

 

Alcancei o estado cetogênico sem efeitos colaterais, com muita saúde

Eu já estava em uma rotina de dieta alcalina e low carb quando decidi testar a dieta cetogênica.

Eu já consumia bastantes vegetais low carb e monitorava o pH da minha urina para ver se estava alcalino.

Eu sabia que ao iniciar a dieta cetogênica, estaria mais propensa a me acidificar, motivo dos efeitos colaterais da dieta cetogênica.

Quando eu já tinha acumulado bastante conhecimento em artigos científicos para compreender além do que estava sendo dito no Youtube, eu decidi então testar por conta própria a dieta cetogênica.

Com o conhecimento da dieta alcalina, reduzi ainda mais meus carboidratos para menos de 40g por dia, intensifiquei a atividade física e mantive um jejum de 12 a 14 horas por dia.

Abaixo algumas referências do que comi durante o período:

Passaram-se 3 dias onde eu estava comendo bastante saladas, germinados como o broto de alfafa, trevo, broto de feijão moyashi, azeite de oliva e outros diversos óleos como o de abacate, macadâmia, linhaça, girassol, tudo prensado a frio,  além, claro do abacate, tahine, ovos,carne e frango.  

Eu achava que seria difícil reduzir os carboidratos, mas como eu já vinha de uma rotina de dieta low carb, para a minha surpresa, não foi tão ruim assim. 

 

Após 3 a 4 dias de dieta cetogênica, você já pode encontrar corpos cetônicos na urina.

No terceiro dia de dieta cetogênica eu estava com uma energia incrível logo pela manhã. 

Logo que acordei, quis testar minha urina!! Então separei o jato intermediário da minha primeira urina da manhã em um recipiente de plastico limpo, retirei o lacre do meu kit prova de cetose, peguei uma das hastes com o papel reagente para cetonas e mergulhei na urina por 3 segundos.  

E pronto, lá estava lá, minhas fitas teste de cetose roxas!!!  quanta felicidade!   Realmente funciona.

TESTE TAMBÉM A SUA CETOSE NA URINA E ASSUMA O CONTROLE PARA UMA DIETA CETOGÊNICA SAUDÁVEL​

Você sabia que, mesmo com muito pouco carboidratos,  muita gente não consegue alcançar a cetose na primeira semana de dieta cetogênica por estar exagerando nas quantidades de proteínas da dieta.

Você tem certeza que está consumindo as quantidades certas de gordura, proteína e carboidratos para alcançar mais rapidamente a cetose?

 

Passos antes de iniciar a dieta cetogênica

Passo 1- Reconheça os carboidratos, proteinas e gorduras
Passo 2- Seja Low Carb e evolua para a cetogênica
Passo 3- Não exagere nas proteinas

Reconheça os carboidratos

Antes de mais nada, você é capaz de saber quantos carboidratos você está comendo diariamente?

Convencionalmente, para uma dieta de 2000kcal, é recomendado que em torno de 50% dessa energia venha de fontes de carboidratos. Como cada grama de carboidrato tem 4kcal, isso gira em torno de 250 gramas de carboidratos por dia. 

Você come mais ou menos que 250 gramas de carboidratos por dia?  

Se você não sabe contar, neste artigo eu te explico. Se você tiver preguiça de descobrir, contrate uma nutricionista para te ajudar com isso.  

Tendo isso como referência, entende-se que para chamar de dieta low carb, você tem que comer no máximo de 130 gramas de carboidratos por dia.  Assim, chega de perguntas do tipo alimento x “pode ou não pode”?  Seja inteligente, aprenda a fonte da informação que você terá mais autonomia!

Então, acredite, ao reduzir lentamente a quantidade de carboidratos, vai emagrecer sem estresse e o melhor, sem nenhum efeito colateral da restrição de açúcar.

Seja Low Carb

Comece uma semana com a Low Carb, que agora você já sabe, tem o mínimo de 130g de carboidratos por dia. 

Está se sentindo bem?  Então é hora de evoluir para a cetose.

Para fazer a dieta cetogênica vai precisar restringir ainda mais a quantidade de carboidratos. 

No mínimo 50 gramas, em alguns casos para menos de 20 gramas/dia. Nessa condição o fígado começa a produzir corpos cetônicos que você pode medir no sangue e também na urina. Assim, após 3 a 4 dias com restrição de carboidratos para menos de 50g ao dia, regulando também suas proteínas, você já pode entrar em cetose.

Não exagere nas proteínas

Ao reduzir a quantidade de carboidratos, você vai precisar de uma outra fonte de energia.  Resta proteínas e gorduras certo? 

E agora o que fazer? 

Na cetose a sua principal fonte de energia vem da gordura, por isso, proteínas também devem ser consumidas em moderação.   Ou seja, nada de exageros!  Aqueles 250g de carne do hamburguer artesanal é realmente demais.  

 

Após 3-4 dias do início da dieta, os corpos cetônicos já serão detectados na urina, se você fizer corretamente.

Se você estiver fazendo tudo direitinho, vai ter seu sua prova cetogênica positiva!

Agora, você sabia que pessoas também fazem um esforço maior do que deveriam no início da dieta e acabam sentindo desconfortos comuns no período de adaptação da restrição de carboidratos.

O que você talvez não saiba é que  dores de cabeça, nausea e irritabilidade podem ser evitados. Tais sintomas são um alerta de que você realmente precisa de melhor orientação para seguir com sua alimentação.

Você pode estar desidratado, consumindo uma dieta muito ácida, cheia de toxinas e inflamatória ou tudo isso junto.

Sinais de alerta durante o período de adaptação

Você certamente já ouviu falar de sintomas comuns da adaptação à restrição de carboidratos. São queixas tão freqüentes que tem gente que acha que é normal. Os sintomas podem surgir logo no início da dieta e durar semanas.

São eles: 

  • Náusea e Vômitos
  • Diarréia
  • Dificuldade de concentração
  • Fraqueza
  • Cãimbras
  • Tontura
  • Constipação
  • Dor de Cabeça
  • Irritabilidade
  • Dor estomacal
  • Dor muscular
  • Dificuldade para dormir
  • Compulsão por doces

Com a popularização da dieta cetogênica e o fácil acesso à informação nem sempre qualificada pela internet, tem muita gente que acaba iniciando a dieta por conta e risco. Uma das razões disso é a dificuldade de acesso à profissionais experientes sobre o tema.  

Médicos que não conhecem sobre a dieta cetogênica em uma primeira vista, têm receio da indução da cetose por associarem à uma doença grave que acontece em diabéticos que se não tratada, pode ser fatal, a cetoacidose diabética.

Felizmente, os estudos tem mostrado que a cetose fisiológica (clique aqui para ver o estudo) ou nutricional,  esta que acontece nas dietas cetogênicas, é segura para pessoas não diabéticas. 

Na cetose nutricional é possível detectar níveis máximos de 7-8 mmol/L de cetonas no sangue. Este valor não aumenta mais porque o cérebro uma eficientemente essas cetonas. 

Bem diferente da cetoacidose, onde a concentração de corpos cetônicos pode exceder 20 mmol/L.

Embora a dieta seja considerada segura nos artigos científicos, isso não significa que a dieta pesquisada nos artigos seja a mesma que você pretende ou já está realizando por conta própria. Sendo orientado pelos fóruns de facebook ou em programas de emagrecimento online.

Por isso, quero que você preste atenção nesse artigo bem atual, publicado em julho de 2019.

Uma mulher que estava amamentando iniciou a dieta cetogênica para emagrecer rapidamente logo após o parto do seu filho e manteve a restrição de carboidratos enquanto amamentava por 18 semanas até que foi internada no hospital com os seguintes sintomas:  Nâuseas, vômitos, diarréia, dor abdominal, câimbras e dor muscular.  

Este foi o primeiro caso documentado de cetoacidose induzida por dieta cetogênica e o pH sanguíneo da paciente estava 7,11 (o normal é 7,35 a 7,45).

Isso traz duas conclusões: a obvia de que mulheres que amamentam não devem fazer dieta cetogênica

E uma menos obvia; note que todos os sintomas que a mulher sentia são os mesmos descritos como possíveis de ocorrer no período de adaptação da dieta cetogênica.  

Isso pode indicar que esses efeitos indesejados da adaptação não sejas tão normais assim.  

Por isso que eu sou bem clara nesse ponto, devemos valorizar sintomas, monitorar o nosso corpo e deixar de insistir em manter a dieta se um desconforto persistir

Guia para monitorar a dieta cetogênica.

    • Para quem Já alcançou a cetose, e não quer exagerar no estado cetogênico
    • Quer saber como o corpo reage se, de vez em quando, experimentar um pouquinho a mais de carboidratos?
    • Para quem está começando e quer ter a prova cetogênica

Monitore a sua Cetose em casa

A única forma de você ter certeza que induziu a cetose nutricional é medindo os corpos cetônicos. 

Isso é importante principalmente no começo da dieta, assim você garante que está escolhendo as proporções certas de proteínas, carboidratos e gorduras.

São 3 os corpos cetônicos: 

  • o acetoacetato (AA),
  • o beta-hidroxibutirato (BHB)
  • e a acetona.

A acetona é produzida em menor quantidade a partir do acetoacetato, e, por ser volátil, é excretada pela respiração. Algumas pessoas podem sentir uma leve diferença no hálito por causa da cetose.

Já o acetoacetato e beta-hidroxibutirato  vão para a corrente sanguínea e são utilizados como combustível para os órgãos.

 O beta-hidroxibutirato é medido na corrente sanguínea e o acetoacetato você mesmo pode medir na sua urina. 

Todos os tipos de corpos cetônicos podem ser utilizados para monitorar com eficácia o início da dieta cetogênica.

Aprenda a interpretar o teste de cetose na urina

A figura acima é a escala de cores do teste de cetose que vai detectar o acetoacetato na urina.

Na cetose nutricional, qualquer valor diferente do 0 indica que você está em estado cetogênico.

Perceba que agora com as fitas teste de cetose você pode também identificar diferentes concentrações de acetoacetato. 

Assim, se você estiver em dieta muito restritiva, com as fitas teste de cetose vai poder monitorar a concentração de corpos cetônicos na urina e isso te dá liberdade mais liberdade  para aumentar um pouco mais as quantidade de carboidratos na sua dieta.

Mantenha o nível de cetose em 4,0mmol/L.  Nunca exceda o nível de acetocetato para mais que  8,0mmol/L.  Lembra que eu disse para você  guardar os concentrações máximas de cetose nutricional  descrita no artigo.

Então é mais seguro respeitar esse nível.   

O que é melhor, monitorar a cetose na urina ou sangue?​

Nesse momento, se você está mais avançado na dieta cetogênica, pode ter já deve ter ouvido falar que medir o BHB no sangue é melhor que medir o acatoacetato na urina.

Isso não é verdade, principalmente se você está iniciando agora a sua dieta cetogênica e está em cetose por um período inferior a 6 semanas.

Um estudo analisou os níveis de beta-hidroxibutirato (BHB) sanguíneo e acetoacetato (AA) urinário em 12 pessoas saudáveis que mantiveram uma dieta cetogênica estável por um período de 6 semanas

O objetivo do estudo era saber se em um período estável de cetose, em que momento do dia era melhor para medir a cetose na urina.

Então eles solicitaram os participantes que monitorassem durante 24 horas as suas refeições, o acetoacetato(AA)  da urina e o Betahidroxibutirato (BHB) do sangue. 

O gráfico abaixo mostra a média dos resultados obtidos.

A linha amarela do gráfico representa a concentração urinário de acetoacetato, e a linha vermelha a concentração sanguínea de beta-hidroxibutirato, medidos durante 24h na sexta semana de uma dieta cetogênica contínua

Já as colunas são as refeições, com as respectivas concentrações de carboidratos, proteínas e gordura (note como a refeição tem realmente uma predominância de gordura – e não de proteína – na alimentação).  

Perceba também que a maior concentração de acetoacetato na urina no período está entre 22h e 7h da manhã.

 

Veja agora o outro gráfico apresentado no estudo. Ele indica que as fitas para monitorar sua cetose foram eficazes em detectar a cetose em 92% dos participantes às 22h e na madrugada, onde o período de jejum é maior, em 100% dos participantes. 

Isso significa que o teste de urina, pode sim ser recomendado para avaliar a cetose, principalmente na primeira urina da manhã ou após algumas horas de jejum. 

Beneficios de Monitorar a dieta Cetogênica com as fitas teste de cetose na urina

  1. Teste indolor. Se você está começando agora sua dieta cetogênica, não tem motivo nenhum para usar agulhas para furar seu dedo. Já que o teste de urina é eficaz em medir sua cetose sem dor.
  2. Tenha mais liberdade com os carboidratos: Quando você está monitorando sua cetose, você maior controle do seu metabolismo, assim poderá consumir mais carboidratos saudáveis. O que torna sua dieta mais fácil e prazeroza.
  3. Regule a quantidade de proteínas corretamente: Um erro comum de quem está iniciando a dieta cetogênica é exagerar nas proteinas. Proteinas são convertidas em carboidratos e  isso vai impedir a cetogênese.  Portanto, com as fitas teste você saberá se não entrou em cetose por esse motivo. 
  4. Melhor custo X benefício.  Por todos os motivos acima, se você quer escolher 1 métodos para monitorar a sua cetose, o teste de urina é o de menor custo.

Dicas para você iniciar a dieta cetogênica sem sofrer com os efeitos colaterais!
Faça 2 a 3 semanas de preparativos antes de entrar na dieta cetogênica, você vai evoluir para um cetose muito mais saudável e sem efeitos colaterais. Aprenda a utilizar as fitas teste de cetose para monitorar a dieta cetogênica através da sua urina

Fitas teste de cetose - Monitore sua dieta cetogênica

✅ Embalagem lacrada com 100 unidades de fitas teste

✅ As fitas-teste tem validade de 2 meses após aberta desde que armazenada corretamente

✅ Mantenha a embalagem com a tampa sempre fechada e em local seco e fresco.

✅ Retire uma fita e feche imediatamente a embalagem

Lembra que eu havia falado da dieta alcalina

Ao Comprar as fitas teste de cetose você terá acesso exclusivo por 30 dias ao nosso suporte para tirar dúvidas via whatsapp

Compre os dois kits Prova cetogênica e Prova de alcalinidade

Se você leu tudo com muita atenção, viu que uma forma de evitar os efeitos colaterais da dieta cetogênica é mantendo o corpo alcalino.     Por isso você pode levar os dois kits, para monitorar não apenas a cetose, mas também o pH da sua urina.   

Na compra dos dois kits você terá 30 dias de acesso ao grupo de whatsapp para suporte da sua dieta cetogênica. 

Dieta Cetogênica Fitas Cetose
Você vai ver como é gratificante ter a certeza de que você está em cetose ao monitorar sua urina com as fitas teste.

© 2019 Todos os Direitos Reservados. Clínica de Longevidade